MEC libera R$ 138 milhões para o Ciência sem Fronteiras


O texto foi publicado por Notícias Por Minuto

O ministério da Educação liberou, nesta terça-feira (14), R$ 138,5 milhões para pagamentos de bolsas e auxílios do programa Ciência sem Fronteiras, correspondente à seleção de 2014. Os recursos foram repassados para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e deve beneficiar 9.851 estudantes no exterior.

A maior parte dos recursos, R$ 108,3 milhões, será destinada ao custeio das despesas de 4.111 bolsistas de graduação sanduíche, que se encontram nos Estados Unidos. Do restante do valor liberado, R$ 13 milhões são para pagamento de auxílio para o retorno de 2.373 bolsistas de graduação sanduíche, que estão nos Estados Unidos, Irlanda, Alemanha, Itália, França, Hungria, Suécia, Japão, China, Noruega, Canadá e Áustria. Os demais R$ 17,1 milhões custearão 3.367 bolsistas de graduação sanduíche.

O Portal Brasil destaca que a última seleção para o Ciência sem Fronteiras ocorreu em 2014, e os alunos selecionados embarcaram em 2015 para iniciar os cursos nas instituições estrangeiras. O Ministério da Educação está estudando os motivos que levaram à paralisação do programa pelo governo anterior em 2015. A equipe técnica deve apresentar o resultado ao ministro da Educação, Mendonça Filho, nos próximos dias.